Domingo, 21 de Julho de 2019

ESTEJAM ATENTOS AO NOSSO FACEBOOK ALVARO BATISTA

AS REDES SOCIAIS, ENTRE OUTRAS, COMO O FACEBOOK, INSTAGRAM, SÃO VEICULOS IMPORTANTES DE COMUNICAÇÃO, QUE NOS TEMPOS QUE CORREM TEMOS DE APROVEITAR PARA ESCLARECER, ALERTAR, SOBRE OS MAIS DIVERSOS PONTOS QUE VERDADEIRAMENTE INTERESSAM A ESTA HUMANIDADE E AOS JOVENS QUE SERÃO A HUMANIDADE DO AMANHÃ QUE SE PRETENDE QUE SEJAM MUITOS MAIS ESCLARECIDOS E DETENTORES DO SEU PRÓPRIO RACIOCINIO E ANÁLISE CRITICA CONSTRUTIVA. NOS TEMPOS QUE CORREM MUITA DESINFORMAÇÃO EXISTE QUE PARA ALÉM DE ENGANAR OS INCAUTOS, MANIPULA SUAS MENTES AO PONTO DE TUDO ACEITAREM SEM UMA ANÁLISE CRITERIOSA SOBRE SE O SEU CONTEUDO CORRESPONDE OU NÃO À VERDADE OU SE APENAS VISA MANIPULAR A SOCIEDADE EM TERMOS MENTAIS PARA QUE OUTROS POSSAM REINAR, VIVER À CUSTA DO POVO, DIZENDO SEREM ISTO OU AQUILO, QUERENDO FAZER CRER QUE AQUILO QUE FALAM E DIZEM SER, É A MAIS PURA VERDADE E COMO TAL INQUESTIONÁVEL.

OS JOVENS DE HOJE PASSAM MUITO TEMPO DE VOLTA DOS TELEMÓVEIS, JOGOS DE VÍDEO, COMPUTADORES. NÃO É RARO VERMOS ELES SITEMÁTICAMENTE DIGITANDO MENSAGENS, OU VENDO O FACEBOOK, NA RUA, NAS ESPLANADAS DO CAFÉ, NA ESCOLA. A TECNOLOGIA É BENVINDA, MAS OS JOVENS DE HOJE ESTÃO SE DEIXANDO SEDUZIR POR ESSAS NOVIDADES, ESQUEÇENDO-SE QUE A VIDA ENCERRA AS MAIS E DIVERSAS BELEZAS QUE URGE VER. É A NATUREZA, O CAMPO, AS FLORES CAMPESTRES, O CHILREAR DA PASSARADA E OS INFORTUNADOS ANIMAIS SELVAGENS, ACOSSADOS A FERRO E FOGO. SOIS OS JOVENS DE HOJE E OS ADULTOS DO AMANHÃ. ESPERAMOS MUITO DE VÓS, POIS ESTÁ EM VOSSAS MÃOS MUDAR ESTA SOCIEDADE VIL, PODRE E DOTÁ-LA DE VALORES MORAIS E SOCIAIS MAIS ELEVADOS EM QUE AS RELAÇÕES SOCIAIS SE FAÇAM NA BASE DE PURA E VERDADEIRA AMIZADE, E FRATERNIDADE. EXISTEM MUITOS VALORES QUE ESTA ACTUAL SOCIEDADE, IGNORA, PREFERINDO VIVER DA E PARA A MATÉRIA, COMO SE ESTA SEJA A UNICA REALIDADE PALPÁVEL, E A EXISTÊNCIA SE ESGOTA-SE NO TUMULO QUE NOS AGUARDA A TODOS NÓS, RICOS E POBRES, PRESUNÇOSOS E HUMILDES. ESTA HUMANIDADE ESTÁ DOENTE E CARENTE DE VALORES VERDADEIRAMENTE MORAIS E SOCIAIS MAIS ELEVADOS. É NECESSÁRIO QUE ESTA HUMANIDADE EVOLUA E QUE GUERRAS, ÓDIOS, INTRIGAS E CALÚNIAS, ROUBOS, CRIMES, CORRUPÇÃO, CESSEM PROGRESSIVAMENTE E AQUI SE INSTALE NOVOS VALORES MAIS ELEVADOS, QUE NÃO SEJAM OS ACTUAIS EM QUE O RICO É RESPEITÁVEL POR TER DINHEIRO, POIS DINHEIRO É PODER E O POBRE NADA MAIS LHE RESTA QUE VIVER NA SUA MISÉRIA E NA SUA RELES EXISTÊNCIA. NÃO VOS DEIXEIS CONTAMINAR PELA SOCIEDADE QUE VOS FORÇA A SERDES NELA INTEGRADOS, E QUE PARA TAL DEVEREIS PENSAR E AGIR TAL QUAL ESTA PENSA,  PARA SERDES NELA ACEITES, NÃO IMPORTANDO SE ESTÁ CERTO OU ERRADO, OU SE VOS É O MAIS ADEQUADO. REFLECTI ANTES DE COMETERDES ACÇÕES QUE VOS NÃO DIGNIFICAM E ATENTAM CONTRA A LIBERDADE DO VOSSO PRÓXIMO, QUE O ESPEZINHA, QUE O CALUNIA QUE O DESTRÓI MORALMENTE E NO FUNDO DE NOVO O CRUCIFICA. A NOSSA IMPORTÃNCIA SE DEVE MEDIR PELA NOSSA MORAL EM TORNO DOS ENSINOS DE CRISTO, E NÃO PORQUE SOMOS RICOS, DETENTORES DE TERRAS, CASAS E CARROS, QUE NOS INCHAM, MAS NÃO NOS EDIFICA E QUE JAMAIS PODEREMOS LEVAR CONNOSCO PARA O PLANO ESPIRITUAL. É COMUM O JOVEM DE HOJE POUCO OU NADA SABER SOBRE O MUNDO QUE O RODEIA. DESCONHECE POR VEZES DE ONDE PROVÊM ESTE O AQUELE ALIMENTO, COMO ELE SURGE NO HIPERMERCADO, QUE VOLTAS DEU ATÉ QUE CHEGA À NOSSA MESA. ESTE É UM PROBLEMA QUE A TECNOLOGIA CRIOU NOS JOVENS ACTUÁIS, O ESTAREM DEMASIADO PARADOS E NÃO VIVENCIAREM O MUNDO QUE OS RODEIA, VER E APRENDER DESDE AS COISAS MAIS SIMPLES ÁS MAIS COMPLICADAS E SOBRETUDO O SABEREM QUESTIONAR SOBRE A VERACIDADE DO QUE PULULA NOS MASS MÉDIA E NA SOCIEDADE. PARA TAL É NECESSÁRIA INSTRUÇÃO, CONHECIMENTO, POIS SÓ ASSIM ESTAREIS APTOS A NÃO SERDES CONDUZIDOS POR OUTROS, MAS SIM DETENTORES DE VOSSOS PASSOS E CAMINHO A PERCORRER. ACREDITAI QUE NA ESCOLA NEM TUDO APRENDEREIS, ATÉ PORQUE ELA ESTÁ MAIS VOLTADA PARA A MATÉRIA DO QUE PARA A NOSSA ESSÊNCIA ESPIRITUAL. DIZEMOS ISTO CLARAMENTE E NÃO VOS ESTAMOS MENTIDO, EXISTE VIDA PÓS MORTE DO CORPO FISICO, UMA OUTRA EXISTÊNCIA ESPIRITUAL ETERNA. NÃO VOS ESTAMOS ENGANANDO MAS ALERTANDO, POIS ESTA NOSSA VIDA ESPIRITUAL É A ÚNICA VERDADEIRA E PARA A QUAL DEVEMOS ESTAR PREPARADOS PARA QUANDO ALI DE NOVO ENTRAR-MOS, TAL COMO AQUI DEAMBULAMOS ANOS A FIO PELA ESCOLA PARA NOS PREPARAR-MOS PARA TERMOS UMA PROFISSÃO NO FUTURO QUE QUEREMOS SEGUIR. A VIDA MATERIAL SE ESGOTA NO TÚMULO E COM ELA TODAS AS NOSSAS TOLAS VAIDADES, IMPORTÂNCIAS E ELOQUENTES SABEDORIAS. SOMOS AINDA CRIANÇAS EM CRESCIMENTO EVOLUTIVO, LOGO NÃO TENHAMOS PRETENSÕES DE TUDO SABERMOS OU SERMOS MELHOR DO QUE NINGUÉM. A NOSSA CAPACIDADE INTELECTUAL ESTÁ NO ESPIRITO QUE O DETEM E NÃO NO CORPO FISICO INEXISTENTE DE VIDA, SEM O ESPIRITO QUE LHE DÁ A VIDA. EXISTE MUITA COISA QUE DEVEREIS QUESTIONAR, MESMO ESTA QUE VOS ESTAMOS ESCLARECENDO, VERIFICAR DE SUA VERACIDADE. PORQUE NÃO? PROCURAR RESPOSTAS É NÃO FICAR INDIFERENTE, É NÃO ACITAR TUDO COMO CERTO OU ERRADO SEM QUALQUER REFLEXÃO E ANÁLISE. AQUELES QUE MANIPULAM A SOCIEDADE PELOS MASS MÉDIA, INJECTANDO NELA TUDO E MAIS ALGUMA COISA, NÃO PRETENDEM QUE VÓS ANALISEIS E REFLECTIS SOBRE A VERACIDADE DO QUE DIZEM, MAS AS MÁIS DAS VEZES NOS IMPINGEM PSEUDO VERDADES, PORQUE SABEM QUE AS MASSAS HUMANAS OS HOUVEM SEM QUESTIONAR. O QUE MÁIS ELES TEMEM É A VOSSA REFLEXÃO E ANÁLISE, POIS SÓ ESTA FAZ HOMENS ESCLARECIDOS E LIBERTOS DO ERRO E DOS FALSOS PROFETAS DO NOSSO TEMPO.

E PARA QUE ENTENDEIS O QUE ESTOU ESCREVENDO VOS VOU FALAR NO FACEBOOK EM ALGO QUE OS JOVENS FAZEM EM GRUPO OU INDIVIDUALMENTE, O JOGO DA MOEDA, DO COPO OU DO PIRES. CREIO QUE NÃO EXISTE DE ENTRE VÓS QUE JÁ NÃO FEZ ESTE DITO JOGO, QUE NÃO É... VAMOS PARA O FACEBOOK, ALERTAR NESTA REDE SOCIAL...

publicado por Álvaro Batista às 11:53
link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Junho de 2019

LIVRO ESPIRITA MISSIONÁRIOS DA LUZ

LIVRO PDF

CLIC AQUI

publicado por Álvaro Batista às 15:17
link do post | comentar | favorito

LIVRO ESPIRITA OS MENSAGEIROS

LIVRO PDF

CLIC AQUI

publicado por Álvaro Batista às 15:13
link do post | comentar | favorito

LIVROS ESPIRITAS NOSSO LAR

Livro Nosso Lar de Francisco Xavier

CLIQ AQUI

publicado por Álvaro Batista às 15:09
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Junho de 2019

LIVROS ESPIRITAS - OBRAS DE KARDEC

O LIVRO DOS ESPIRITOS

CLIC AQUI

publicado por Álvaro Batista às 22:25
link do post | comentar | favorito

LIVROS ESPIRITAS - OBRAS DE KARDEC

EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO

Clic aqui

 

publicado por Álvaro Batista às 21:03
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 11 de Junho de 2019

UM NOVO VIDEO

BOAS A TODOS OS BLOGUISTAS.

JUNTAMOS UM NOVO VIDEO SOBRE AS EVIDÊNCIAS DA VIDA PÓS MORTE.

 

publicado por Álvaro Batista às 18:24
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Junho de 2019

O CONSOLADOR PROMETIDO É O ESPIRITISMO?

Inserimos aqui um vídeo, na qual a palestrante menciona que o Espiritismo é o Consolador Prometido aos 1, 36 minutos.

Será? Esta é uma questão de opinião ou de facto? Vejamos o Vídeo.

Sem dúvida, O Espiritismo nos vem elucidar, tal como Cristo nos prometeu à 2000 anos atrás, mas a afirmação da palestrante, não nos pode direccionar para um conceito similar ao de "Fora da Igreja não à salvação"? Embora saibamos que Espiritismo encerra Ciência, Filosofia e Religião, discordo por algumas questões:

1º - O ensino dos Espíritos é Universal e como tal não podemos estar a errar ao encerrar o Consolador num só espaço, criando uma nova religião, embora Espírita (dos Espíritos) de fundação Crística?

2º - Não estamos de novo a cristalizar e a cometer os erros das religiões actuáis humanas?

3º - Não é um facto que as EQM muito fazem àqueles que são alvo dessas manifestações, tal como fenómenos de efeitos físicos, TCI, fotos de Espíritos, vídeos, ou as recentes investigações americanas, não farão também parte do Consolador Prometido?

Por estas razões não creio que o Consolador Prometido esteja encerrado apenas no Espiritismo, até porque novos ensinos podem ocorrer no amanhã, mais adaptados à nossa evolução mental, espiritual, psíquica e esses ensinos podem ocorrer não só dentro do círculo Espírita como fora dele. Não foi o que ocorreu com Pietro Ubaldi?

Por outro lado, sabemos que o "fora da caridade não à salvação" independe de qualquer religião e pode até ser praticado por um ateu ou avesso a qualquer religião. Lembrai-vos do fariseu que no caminho encontrou um doente e o auxiliou, e deixou algumas moedas a quem cuida-se dele, enquanto outros que se achavam justos dele não se compadeceram.

Por outro muita humanidade ainda existe que longe está de poder aceder na actualidade às obras de Kardec, como muitas fáceis culturáis e religiosas existem que ainda se encontram em mutação e evolução, e que por isso mesmo, levará algum tempo até que nesta Terra a componente Espírita possa ser aceite por todos.

O facto, e sem dúvida, é que kardec compilou toda uma filosofia e religião oriunda dos  ensinos dos Espíritos e o Espiritismo na sua base, é inamovível como o nosso Amado Mestre o afirmou no Alerta. Agora dizer ou pensar que o Espiritismo encerra todas as verdades absolutas, não pode levar a quem o professa ao falso conceito de que "fora do espiritismo não à salvação"?

Por outro não creio que deveremos encarar o Espiritismo como sendo este o único arquivo do Consolador Prometido, em que ele se manifesta, quando na verdade ele se expressa aonde existirem dois ou três que comunguem de sua palavra e ensinos.

Não será que ele se expressa em toda a parte que o queira escutar, não deserdando ninguém só porque não segue a doutrina Espírita?

Não pode ocorrer que pelo facto de sermos Espíritas, seguindo as directivas do ensino dos Espíritos não nos pode levar a cristalizar nossa opinião errónea ao ponto de nos acharmos, por esse facto, superiores aos demáis? Temos que ter em atenção de que os ensinos dos Espíritos são para nosso melhor entendimento e nos concitar à renovação moral e à aceitação consciente de que Cristo é efectivamente "o caminho a verdade e a vida", bem como nos fazer ver, que afinal a vida não se esgota na Terra, pois a verdadeira vida é aquela que se inicia quando chegamos de novo ao plano espiritual. O ensino dos Espíritos é Universal e para todos nós, independentemente da religião que professemos e como tal não é só exclusivo dos Espíritas.

Será por esse facto que vos achais superiores aos demáis que não comungam de vossa opinião ou não frequentam um centro? Eu digo isto e por um facto, pois muito me custa ver em quem segue o Espiritismo, e isto é incompreensível para nós, que ao passar por nós não nos dá a salvação. Isto entendo dos "perdidos neste mundo", mas não entendo de quem se diz Espírita ou frequenta uma casa Espirita.

Se isso tem a haver com os nossos livros, O Alerta e Conversando com o Mestre Jesus, caso entendais que sejam obras erróneas, fruto de uma obsessão, o seu conteúdo o contradiz.

Mesmo que estejamos com uma obsessão, no vosso pensar, não seremos merecedores de atenção de vossa parte?

No livro O Alerta algumas frases existem que não revelam obsessão (tão cheios de tudo e tão vazios de Cristo ou sabeis como são conhecidos os seguidores de Cristo? Por muito amarem e serem amados), até porque então os obsessores se estavam contradizendo ao levarem para Cristo as criaturas, quando na verdade eles odeiam Cristo, o bem e "suas missões" apontam para levarem as criaturas ao desânimo e a desistirem de seguirem Cristo ou mesmo conduzi-las ao suicídio, ao desistirem da vida, do trabalho contínuo no nosso aperfeiçoamento espiritual.

Todos somos observados, ninguém tenha dúvidas, porque o argueiro e a trave no olho também se aplica a todos nós, pois não somos excepção, dado todos estarmos aprendendo, evoluindo e nesse caminho tudo acontece.

O Consolador exprime liberdade, mesmo na aceitação ou não de seus ensinos, e não poderia ser de outro modo, pois caso contrário seria tolher nosso livre-arbítrio, não é verdade?

Fica aqui nossa posição, falta a sua opinião, porque do diálogo nasce a Luz e o entendimento e creiam eu prezo a liberdade, mesmo de pensar, embora saiba que não sou perfeito e a perfeição é algo aqui inatingível, até porque ainda somos crianças a crescer e jamais me acho infalível e melhor que os demáis, embora tenhamos que concordar que fazemos um esforço de mudança, enquanto tantos mas tantos de nossos irmãos, nada fazem para isso e apenas conduzem seus passos, ou são conduzidos pela matéria, pelo ódio, inveja, calúnia..., todas as paixões inferiores que os arrastam reencarnação a rencarnação para a matéria e para mundos materiáis, até que finalmente cheios de tudo, procurem finalmente Cristo e a Paz que até então não encontraram e não viveram, mais que não seja na máxima do amai-vos uns aos outros como vos amei, ou a tão sumária afirmação de "Fora da Caridade não à Salvação".

Aguardo por vossos comentários, pois prefiro a Luz às Trevas, como creio que também vós assim o desejáis.

Reflecti, pois da reflexão e análise nasce a Luz, a pior coisa que as TREVAS odeiam, porque Luz é Amor e Cristo é Amor e liberdade e não escravidão, coisa que as Trevas fazem bem, como os homens que de igual modo assim pensam e durante milénios pensaram.

Não sei se conseguireis efectuar algum comentário, porque sabeis, ainda ando investigando algumas facetas do blog e posso ter algo de errado nele. Todavia, o meu email pessoal também é vosso alvaromsbatista@hotmail.com

Salvé Cristo e Todos Vós que num esforço, cheios de imperfeições ainda prosseguimos limando arestas dia-a-dia, lutando e sofrendo neste Vale de Lágrimas, por culpa nossa, mas procurando a Verdadeira Liberdade a da Nossa Eternidade como Espíritos que somos.

Acrescento agora mais isto: Tendes lido os PDF dos nossos e vossos livros? Espero de vós perguntas, criticas, esclarecimentos. Continuo à espera mas parece que vós estáis dormitando como a esposa aterefada nas lides domésticas, quando deveria estar ouvindo o nosso amado Mestre. Será que é por ser matéria, no vosso entender, muito confusa para vós, errónea, incompreensivel, irreal, falsa...? Seja como fôr, da discussão nasce a Luz, e será muito melhor para vós solicitar o esclarecimento de qualquer dúvida a remeter-vos ao silêncio.

No nosso livro O Alerta, não creio que ele não seja compreensivel para vós. Trazemos-vos a vós dos Espíritos nas diversas comunicações, inclusivé do nosso Amado Mestre. Temos a foto do Espírito como prova de sua existência. Temos desenhos de algumas das moradas do reino de nosso Pai. Com Neuza trazemos-vos a realidade da existência ainda de comunidades presas ao passado.

No livro Conversando com o Mestre Jesus, entendo que desde logo tenhais desconfiança de sua veracidade, pois Cristo não fala com os homens, se calhar no vosso entender, como não falou no O Alerta. Será esse o facto?

Importa que analiseis o conteúdo dos esclarecimentos e se as comunicações obtidas se vos escravizam ou libertam, ou seja se são das trevas ou da Luz. Ponde a hipótese mesmo que fossem das trevas. Acreditáis que as trevas vos conduziriam a seguir a Cristo? Mesmo se tendes em mente a questão "Vede primeiro se os Espíritos são de Deus, porque as trevas se disfarçam em anjos de Luz", tendes logo a confirmação de suas existências e será de ver que as trevas de nada bom trazem. Como é que alguém pode pensar que pode cair no erro e em vez da Luz estar sim com as trevas? Segui a Cristo e sua moral e nada tereis que temer, como não deveis temer nos questionar sobre o que seja. Aguardo vossos comentários.

Salvé Cristo

publicado por Álvaro Batista às 01:19
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 30 de Maio de 2019

DIÁLOGO versus INSINUAÇÕES

Não tenho a pretenção de tudo saber, como sei de antemão que sou falivel e não alimento qualquer pretenção de infalibilidade. Em arqueologia é natural encontrarmos disparidades interpretativas, até porque o que interpretamos hoje, com o desenvolvimento de qualquer escavação e com o surgir de novos dados, a interpretação anterior que nos parecia a mais correcta pode bem cair por terra. Por exemplo: hoje entendo que não podemos afirmar que após a queda dos povoados abertos de altura Calcolíticos na nossa área abrantina e constânciense, foram essas mesmas comunidades a formarem na área os povoados de altura da Idade do Bronze ou os casais agrícolas tipo Pedreira, Valdezebro e Carrascal. Por outro o findar da arte rupestre do Vale do Tejo no Bronze Final, ao invés do que escrevi, que deveria ter resultado da deslocação dessas comunidades para o interior do território e o abandono da área (opinião similar teve Mario Varela Gomes), penso de modo diverso. Outro exemplo: Cabranosa (Sagres), no ponto 5. Diversidade cultural no processo de neolitização do Algarve. As opiniões de Silva e Soares que apontam para um «processo de aculturação do substrato mesolítico» divergem das de Zilhão que aponta para um “enclave neolítico”. Por outro e transcrevemos na integra a  seguinte proposta de Diniz (1996) «...Convém salientar ainda a possibilidade de a neolitização das regiões do Alentejo poder ter-se processado a partir de “influências neolíticas”, chegadas através do Guadiana e com origem na Extremadura e na Andaluzia ocidental...Todavia,a ausência de contextos meso e neolíticos bem definidos e datados, tanto de  uma como de outra margem do Guadiana, obriga a que se aguarde a publicação, por exemplo, dos sítios actualmente em curso de estudo no âmbito do Plano de Minimização da construção da barragem de Alqueva, para definitiva avaliação desta hipótese...». (ANTÓNIO FAUSTINO CARVALHO e JOÃO LUÍS CARDOSO (2003) - A estação do Neolítico antigo de Cabranosa (Sagres). Contribuição para o estudo da neolitização do Algarve, in MUITA GENTE, POUCAS ANTAS? ORIGENS, ESPAÇOS E CONTEXTOS DO MEGALITISMO • ACTAS DO II COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE MEGALITISMO, pág. 40). Para mim em relação a Cabranosa, perfilho a opinião de Zilhão de "um enclave neolítico", ou seja uma comunidade neolítica que nada tem a ver com as existentes mesoliticas, pela indústria litica a tratamento térmico, formas cerâmicas e suas dimensões...

E na pág. 41 transcrevemos: «...As observações anteriores indicam como provável a existência nesta fase de duas comunidades distintas no Sul de Portugal: uma mesolítica, estabelecida há muito em ecossistemas litorais e ribeirinhos, praticante de uma economia de caça-pesca-recolecção; outra neolítica, estabelecida na faixa litoral do Algarve, praticante de uma economia de produção (pelo menos a pastorícia) em articulação com a exploração de recursos selvagens, e portadora de uma cultura material diversa. Como é óbvio, e dadas as limitações que se têm vindo a referir, a definição daqueles dois grupos está longe de se poder considerar definitiva...»

Ou seja, e podiamos ainda citar outros exemplos, para resalvar que não só as opiniões divergem, como as leituras de hoje podem ser alteradas no amanhã. Estamos perante campos teóricos e interpretativos que podem ser alterados no futuro, com a existência de outros dados mais concretos.

Outro caso, os entalhes de pesos de rede que na Carta Arqueológica de Abrantes, considero existirem diversos tipos de entalhe e com eventuáis associações a outros materiais, defeni uma hipotéctica evolução crono-cultural, contestada posteriormente por Júlio Pereira.

Outro caso citado na bibliografia: João Luís Cardoso (1996) - PESOS DE PESCA DO POVOADO PRÉ-HISTÓRICO DE LECEIA (OEIRAS): ESTUDO COMPARADO, in Estudos Arqueológicos de Oeiras, 6, Oeiras, Câmara Municipal, 1996, p. 107- 119. Neste são apresentados (Fig. 2 e 3) diversos instrumentos com uma concavidade longitudinal, efectuada a picotado fino em todo o seu contorno e que são considerados pesos de rede. No ponto 4. das Conclusões na alinea 3 e transcrevemos «...3 - Foi discutida a respectiva funcionalidade; de entre as várias hipóteses suscitadas aos diversos autores, a saber: ídolo; martelo ou percutor; maça ou clava; de finalidade desconhecida; como "bola" de arremesso; ou peso, considerou·se mais provável esta última...». No ponto 4. o autor  aponta «...Aceitando a utilização como peso, admitiu·se, por argumentos que se expõem, depois da comparação com exemplares do litoral minhoto, do Epipaleolítico à actualidade e com outros, do interior do País, do Neolítico à Idade do Bronze, a sua utilização na pesca...», referindo pesos para pesca à linha ou para redes, referindo ainda que «...Não se pode, no entanto, afastar a hipótese da sua utilização em redes de pesca, ou em outros aparelhos para a captura de crustáceos, com evidentes paralelos etnográficos actuais ou subactuais...».

Por exemplo o nosso exemplar recolhido em Abrantes foi efectuado num instrumento de pedra polida de secção oval/ circular. Estamos longe do mar, embora tenhamos perto o Tejo. Este único exemplar recolhido, de  modo algum poderá ser interpretado como peso de rede. Razão simples. Único exemplar até ao momento recolhido em 39 anos de investigação de campo. Abundante indústria de pesos de rede de pequenas dimensões, notóriamente associado a diversos contextos crono-culturais. Se o nosso exemplar fosse peso de rede, não teriamos desde então muitos outros recolhidos? Por esse facto, não posso considerar em definitivo que os exemplares similares, (quanto ao tipo de trabalho efectuado e sua localização longitudinal) citados por Cardoso possam inequivocamente serem considerados sem dúvida como pesos de rede.

Peso.jpg

peso secção.jpg

Ora tudo isto revela estarmos no campo teórico interpretativo, são hipóteses de trabalho futuros no campo da investigação. Será por este facto que eu considero os autores como um pouco líricos? É óbvio que não, pois todas as hipóteses interpretativas, por máis válidas que pareçam ser, podem ser enganosas. Será por esse facto que os autores deixam de merecer credibilidade? 

Outros casos. O facto de num monumento megalítico se ter efectuado posteriormente uma deposição em urna da Idade do Bronze, eu não considero existir continuidade, como os diversos tumuli da Idade do Bronze, abrantinos em seixos de quartzito não significam serem produto cultural de origem local, ou vermos neles reflexos do cairn megalitico ou o Calcolítico ter cobre, quando apenas este está presente e intimamente ligado ao vaso campaniforme. É óbvio que temos de assentar a nossa interpretação nos dados existentes, mas daí por vezes a termos certezas absolutas, pode ir grande distância. O facto de se ensinar às criancinhas na catequese que Adão e Eva foram os primeiros humanos à 4000 anos, não deixa ninguém escandalizado e as crianças continuam a ir à catequese. 

Ora, uma interpretação teórica do momento, pode bem ser aquela que os dados retirados da escavação ou das diversas recolhas superficiáis, analisados num contexto alargado, parece poderem exprimir no momento. Mas, são sempre hipóteses de trabalho futuros que urge sempre ter em conta e rectificar, se necessário fôr, perante novos dados máis actuáis e máis crediveis ou fiáveis. Será por esse factor que o autor deixa de ter credibilidade ou anda muito no campo da fantasia? Quanto a mim não, pois então nunca ninguém faria qualquer tipo de interpretação com medo de cair no erro ou de ser tachado de lírico. O que é necessário é rebater uma teoria anterior com novos dados ou um outro campo interpretativo baseado em factos.

Assim, eu aposto no diálogo, quando me dão oportunidade disso, no confronto entre opiniões diversas, porque da discussão surge a luz e não me sinto de modo algum detentor da verdade absoluta ou qualquer outra que seja.

Assim caros colegas arqueólogos (e a carapuça não serve a todos), quando tiverdes que discordar de mim de algum campo teórico ou o que seja, estou, como sempre estive aberto ao diálogo e a ouvir o outro a expressar seu pensamento discordante ou não, mas a ouvi-lo no bem da arqueologia e das relações que devem presidir à classe ou entre seres humanos que se prezem. Por isso vos digo que o façais, e para aqueles que não sabem meus contactos, aqui ficam:

alvaromsbatista@hotmail.com

telm. 963975541

Obrigado pela atenção

publicado por Álvaro Batista às 19:40
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Maio de 2019

LIVRO CONVERSANDO COM O MESTRE JESUS EM PDF

LIVRO CONVERSANDO COM O MESTRE JESUS, PARA CONSULTA

clic aqui

 

publicado por Álvaro Batista às 22:45
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Julho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

ESTEJAM ATENTOS AO NOSSO ...

LIVRO ESPIRITA MISSIONÁRI...

LIVRO ESPIRITA OS MENSAGE...

LIVROS ESPIRITAS NOSSO LA...

LIVROS ESPIRITAS - OBRAS ...

LIVROS ESPIRITAS - OBRAS ...

UM NOVO VIDEO

O CONSOLADOR PROMETIDO É ...

DIÁLOGO versus INSINUAÇÕE...

LIVRO CONVERSANDO COM O M...

arquivos

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Outubro 2016

Agosto 2016

Maio 2016

Março 2016

Outubro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Julho 2012

Junho 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

links

blogs SAPO

subscrever feeds