Sexta-feira, 20 de Julho de 2018

UM REPARO - NUMISMAS DE RIO DE MOINHOS, PEDREIRA E NÃO DE ABRANTES

Lendo a Antevisão VII do MIAA na pág. 77, III. a romanização, dos autores, Gustavo Portocarrero, Davide Delfino e Filomena Gaspar, necessário se torna clarear o constante nas páginas 83 a 85 no tocante à origem dos numismas romanos ali expostos. Embora os autores digam que e citamos «...Por último, encontram-se tambem em exposicao 10 moedas de bronze, encontradas em diversos sítios do concelho de Abrantes...», convém dizer que embora se tratem de moedas recolhidas  no concelho estas têm um arqueossítio que é a Estação Lusitano-Romana da Pedreira em Rio de Moinhos de onde são provenientes e que fazem parte do meu acervo museológico (colecção Dr. Álvaro Batista) "prestes a ser doado" ao Museu D. Lopo de Almeida - Abrantes. Isto importa clarificar para que ao se ler não se tenha como equivoco a origem Abrantes cidade (pelo que os autores não as deviam ter assim citado). De qualquer modo ácerca da Pedreira  já falamos em 2004 na Carta Arqueológica de Constância no "Diverso Povoamento - Análise interpretativa final" em particular nas notas de rodapé 26, 27, 29 em que falamos desde o Paleolítico ao Bronze e ao Romano e Visigótico, e que certos autores teimam em não citar a bibliografia correspondente de que se serviram. Porque será? Esquecimento sem dúvida.

Também nas Actas IV e V das Jornadas do MIAA em "resultados da primeira e segunda campanha de escavações arqueológicas no castelo de abrantes em 2013 e 2014, no âmbito do plano nacional de trabalhos arqueológicos castab", os mesmos autores esqueceram-se de citar nas escavações da Maria Amélia a recolha por ela de numismas, alguns eventualmente indigenas e denários républicanos de inegável importância para a história do concelho, o que poderia deambolar a teoria para um outro sentido, a da  introdução monetária no concelho e sua circulação, aliadas as todas por nós já recolhidas no concelho as de Diogo Oleiro e as de Miguel Maia.

Por outro e fazendo referência à presença Fenicia, importa citar que a conta oculada de colar da Pedreira (séc. VII/ Va.C), tal como em Abrantes-Castelo as cerâmicas de engobe vermelho (séc.VII/ VI a.C.), podem marcar o comércio crescente fenicio ao longo do Tejo não indicando uma feitoria em Abrantes. De qualquer modo a Pedreira não está suficientemente escavada para este período da Idade do Ferro, embora seja de indubitável importância. Por outro importa alargar a visão sobre a Quinta da Baeta e o achado da estátua feminina. Não pomos de lado a hipótese de esta estátua ser de alguma divindade feminina conotada com a morte, pois bem, perto dali teriamos um cemitério lusitano-romano. Porto fluvial e que coisa bela haveria no lado fronteiro? As evidências arqueológicas são escassas em termos de importância, mas o topónimo ficou. Continuo afirmando que sem escavações o campo teórico é mesmo só isso e nada mais. Agora é preciso meter mãos à obra para obter respostas.

 

ADENDAS

DESABAFO

Um só reparo, e que não vos pareça mal, pois já ando por aqui à alguns anitos, os materiais arqueológicos, e não só, têm de ser tratados devidamente e não como consto.

 

ENSINOS EVANGÉLICOS/ PSIQUICOS

Acabo com uma máxima que está sempre actual. Quando os Fariseus perguntaram a Cristo se lhes era licito ou não pagar a César o tributo, Cristo  pediu-lhes uma moeda. Voltando-se para eles disse-lhes: de quem é esta efigie e esta inscrição? De César retorquiram eles. Pois bem disse Cristo, dái pois a César o que é de César e a Deus o que é de Deus. Por outras palavras simples o que Cristo lhes disse é que a cada um lhe seja dado o que lhe é devido.

Mas esta sociedade actual bem longe está destes ensinos. Porque será? O facto é que passará o Céu e a Terra, mas suas palavras não passarão e ninguém sairá daqui até que cada um pague até ao último ceitil.

Oiça quem tem ouvidos para ouvir, dizia assim o Mestre dos Mestres.

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Álvaro Batista às 16:44
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Julho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

ESTEJAM ATENTOS AO NOSSO ...

LIVRO ESPIRITA MISSIONÁRI...

LIVRO ESPIRITA OS MENSAGE...

LIVROS ESPIRITAS NOSSO LA...

LIVROS ESPIRITAS - OBRAS ...

LIVROS ESPIRITAS - OBRAS ...

UM NOVO VIDEO

O CONSOLADOR PROMETIDO É ...

DIÁLOGO versus INSINUAÇÕE...

LIVRO CONVERSANDO COM O M...

arquivos

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Outubro 2016

Agosto 2016

Maio 2016

Março 2016

Outubro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Julho 2012

Junho 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

links

blogs SAPO

subscrever feeds